Secretário detalha ações na Saúde nos primeiros meses

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
Share on email
Share on linkedin
Share on print

O secretário de Saúde de Casimiro de Abreu, João Paulo Goulart, anunciou uma série de exames médicos que estarão disponíveis para o morador a partir dos primeiros meses desse ano. O objetivo é reduzir gastos com transporte de pacientes para outros municípios e proporcionar comodidade ao cidadão.

O Município investirá em exames de imagens que funcionarão no Hospital Municipal Ângela Maria Simões Meneses, no Bairro Santa Ely.

Serão disponibilizados: Tomografia computadorizada/Ultrassom (24 horas); Ecocardiograma – essencial para a prevenção de doenças cardiorrespiratórias -, Dopler de Carótida – espécie de ultrassom que mede entupimento de veias; Holter – para saber se o paciente é hipertenso , Colonoscopia, que permite ao médico olhar diretamente o intestinos grosso.

Há cerca de duas semanas no cargo, João Paulo reconhece que o Município precisa corrigir problemas referentes a marcações de exames. Assim, exames específicos só serão marcados por médicos específicos.

“Por exemplo, o cardiologista não poderá pedir uma ressonância no joelho”, explica, acrescentando que o excesso na marcação de exames gera uma demanda reprimida.

Outra medida já colocada em prática foi o remanejamento de ortopedistas para atender nos Centros de Referências de Especialidades Médicas (CREM). Antes esses profissionais somente atendiam no Hospital. “Agora eles também atendem no CREM. Dessa forma, o atendimento ambulatorial que era feita uma vez por semana, quintuplicou. Isso reduz a demanda nas unidades de saúde”, explicou o secretário.

Outra ação, simples, mas eficaz, foi a contratação de um médico que atue na remoção de pacientes para fazer exame e internações.

Dessa forma, evita-se que o profissional saia de sua unidade, além de melhorar o fluxo de atendimento no pronto socorro municipal.
Também houve mudanças no setor de pronto socorro para pediatria.

Pediatras de plantão, e não um clínico, atenderão pacientes de 0 a 21 anos no Hospital Municipal, reduzindo dessa forma de 15 a 20% dos atendimentos de clínica médica.
Sobre Covid -19, o secretário informou que tendas para triagem serão instaladas no Hospital do Santa Ely e no pronto socorro de Barra de São João, com atendimento 24 horas por dia. “Hoje, Casimiro tem risco moderado”, encerrou.

Pesquisar

Categorias

Notícias por Mês

Escolha o mês

Publicidade

No data was found