Secretaria de Agricultura realiza curso de identificação da Sigatoka Negra

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
Share on email
Share on linkedin
Share on print

A banana é uma das frutas mais consumidas no mundo, sendo produzida na maioria dos países tropicais. O Brasil é um dos maiores produtores de banana do mundo e também é um dos maiores consumidores.

A banana é consumida in natura, cozida, frita, em doces e diversas receitas, mas um fungo que destrói as folhas da bananeira é capaz de reduzir sua produção e evoluir para a morte da planta: a Sigatoka Negra.

Com o objetivo de fornecer apoio ao produtor rural, a Secretaria de Agricultura e Pesca e a Fundação Municipal em parceria com SENAR e o Sindicato Rural, realizou na última quarta-feira, dia 23, um curso para os servidores da secretaria sobre como identificar a Sigatoka Negra.

O engenheiro Agrônomo e mestre em agricultura orgânica da UFRJ, Leandro Maia explicou como identificar o fungo e o que se deve fazer para conter a praga.

Ilso Lopes, coordenador de defesa sanitária vegetal da Superintendência da Defesa Agropecuária RJ, falou da importância da palestra. “Precisamos dar suporte para que os agricultores que vivem da colheita da banana possam enfrentar esse tipo de fungo”, disse Ilso.

 

“Nosso objetivo é fazer do Sítio Agrícola uma referência para a cultura de várias espécies de bananas para que a gente consiga desenvolver formas de combater não apenas a Sigatoka, mas também diversos outros tipos de fungos e bactérias que prejudicam a produção rural”, disse Douglas Veloso, secretário de Agricultura.

Identificando a Sigatoka Negra:
Causada pelo fungo (Mycosphaerella fijiensis), a doença destróis as folhas da bananeira, diminuindo a produção, podendo evoluir para a morte da planta.
A presença da doença no Estado do Rio de Janeiro e seus municípios dificulta a comercialização dos frutos oriundos destes locais devido às exigências legais para trânsito e comercialização.

Sintomas:
– Eles começam com a descoloração em forma de pontos ou estrias na cor café entre as nervuras secundárias das segunda à quarta folha.
-Os sintomas evoluem para estrias negras observadas somente na face superior da folha.
– As lesões negras na face superior da folha contrastam com as lesões amarronzadas na face inferior.

Se você é agricultor e notou descoloração nas folhas da sua plantação de bananas, entre em contato com a Secretaria de Agricultura e Pesca. Estaremos prontos para te atender. Telefone: (22)2778-1414. Endereço: Estrada Zac Zuc Tahan, s/n, Sítio Agrícola.

Esse curso é a união dos esforços da Secretaria de Agricultura e Pesca, Fundação Municipal Casimiro de Abreu, Sindicato Rural, Senar, Estado do Rio de Janeiro, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento- MAPA, EMBRAPA, PESAGRO.

Pesquisar

Categorias

Notícias por Mês

Escolha o mês

Publicidade

No data was found