Programa de Correção de Fluxo Escolar vai beneficiar 500 alunos em Casimiro de Abreu

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
Share on email
Share on linkedin
Share on print

A Secretaria de Educação de Casimiro de Abreu implantará, a partir de abril, o Programa Acelera Casimiro – Correção de Fluxo, que tem como finalidade acelerar o processo de aprendizagem dos alunos que estão estudando fora da sua faixa etária. A concretização do programa só possível graças aos resultados apresentados pelo “Aprova Brasil”, projeto adotado pela rede municipal de ensino no segundo semestre do ano passado.

A secretária de Educação, Gracenir Oliveira, destacou a importância do Aprova Brasil na elaboração do Programa de Correção de Fluxo. “Através da metodologia que implantamos por meio do Aprova Brasil conseguimos mapear toda rede e identificar alguns gargalos na nossa educação. Com base nos dados consolidados do Aprova Brasil, detectamos o número de alunos com distorção de idade e série e elaboramos esse Programa de Correção de Fluxo”, explicou Gracenir.

Atualmente, o município possui, somente do 1º ao 6º ano, cerca de 500 alunos com distorção de idade e série. “A intenção desse programa é regular o fluxo escolar desses estudantes para que possam retomar e prosseguir com seus estudos de acordo com sua faixa etária, evitando assim a evasão escolar, além de ajudar a superar traumas decorrentes de sucessivos fracassos vivenciados pelos estudantes”, disse a secretária.

O programa será implantado a partir de abril. Para isso, a equipe que trabalhará diretamente com esses alunos já está passando por um processo de capacitação e toda a estrutura já está sendo montada para receber os estudantes. “Serão dois polos, um em Casimiro de Abreu e outro em Barra de São João. Os profissionais que farão parte desse programa estão sendo capacitados desde fevereiro. Além disso, formações continuarão acontecendo durante todo o ano para que o melhor seja oferecido aos nossos alunos”, revelou Gracenir.

A iniciativa busca também fortalecer a autoestima, permitindo-lhes visualizar uma autoimagem positiva, desenvolver habilidades básicas de leitura e de raciocínio matemático que lhes garantam a continuidade de estudos e possibilitar o domínio de conteúdos essenciais à progressão em sua escolarização. “Ao final do ano letivo, o aluno será reclassificado para o ano de escolaridade correspondente às habilidades e competências desenvolvidas. É importante ressaltar que A avaliação será contínua e qualitativa, através de diagnóstico mensal e relatório bimestral”, esclareceu.

Pesquisar

Categorias

Notícias por Mês

Escolha o mês

Publicidade

No data was found