Primavera dos Museus

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
Share on email
Share on linkedin
Share on print

O Museu Casa de Casimiro de Abreu, em Barra de São João, irá participar da Primavera de Museus. sob o tema “Independências e museus: outros 200, outras histórias”.

A Primavera é uma temporada cultural coordenada pelo Instituto Brasileiro de Museus  que acontece todo ano no início da estação homônima. A cada ano, o IBRAM lança um tema diferente para nortear as atividades dos museus.

O evento tem como objetivo promover, divulgar e valorizar os museus brasileiros. 

Celebrando 163 anos de emancipação político-administrativa do município de Casimiro de Abreu, o Museu que carrega o nome do Poeta terá uma extensa programação cultural ao longo de todo o mês de setembro. 

“É sempre uma alegria poder participar da Primavera de Museus. Por meio desse evento temos a possibilidade de trazer mais pessoas para o espaço e fazê-las apreciar ainda mais a nossa Cultura.” disse Cristiano Pereira, diretor do Museu.

Confira a programação do Museu Casa de Casimiro de Abreu

04/09 15h – Café com Elas
07/09 13h Visita Guiada Projeto SESC Turismo Social – Sesc Madureira
12/09 18h – Museu na Escola “Exibição do Filme Primaveras e roda de conversa” – Escola Municipal Christiane Siqueira Salles
15/09 16h – Exposição Atelier Deslumbrar’Art
15/09 16h – Exposição Africanas “Neide Faria”
16 e 17/09 19h – Apresentação Teatral “Carukango”
18/09 17h – Apresentação Musical com Silvério Pontes
22/09 19h – Orquestra da Escola de Música Maestro Álvaro de Souza
24/09 14h – Feira Artística no Museu com apresentação da Escola de Dança Amlid Jazz Dance

Saiba mais sobre a Primavera de Museus

Em 1822, o Brasil iniciou o processo de independência em relação a Portugal, rompendo uma relação de colonização e dependência que já durava mais de 300 anos. 

A independência foi um processo longo, que ceifou a vida de brasileiros, trouxe dificuldades econômicas para a população e, manteve, e até reforçou, desigualdades já conhecidas desde os tempos de colônia. 

Contudo, esse movimento emancipatório parece ter sido capaz de reforçar um sentimento de unidade que estaria a germinar: para além das diferenças, muito ainda nos unia… e ainda nos une.

Em 2022, o Brasil relembra essa história, a partir de imagens e vestígios, muitos dos quais preservados em museus, que nos permitem conhecer aquele passado e construir outros olhares sobre tal fato histórico. Pela diversidade cultural e a pluralidade de experiências que o tema propicia é possível também identificar e resgatar neste momento personagens, memórias, contextos e histórias não contadas que merecem ser conhecidas e lembradas.

Que outros sentidos e independências o Brasil e os brasileiros viveram nestes 200 anos? Pensando nesse questionamento, “Independências e museus: outros 200, outras histórias” foi o tema escolhido pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) para a temporada de eventos socioculturais, a serem realizados durante a 16ª edição da Primavera dos Museus.

Neste contexto, citamos o relevante papel de mulheres, africanas/os e afrodescendentes, povos originários, sertanejos, ribeirinhos de norte a sul do Brasil, nas lutas pela independência oficial do Brasil, como, ainda hoje, pela escuta, pela busca de respeito, reconhecimento e integração de suas culturas ao contexto nacional. Buscar conexões entre espaços, temporalidades, histórias e experiências é um caminho para resgatarmos os inúmeros processos de independências no país.

Devemos aproveitar este momento do Bicentenário da Independência para renovar os olhares sobre este fato histórico, sob a ótica da diversidade cultural, da liberdade de pensamento, da inclusão, da pluralidade de experiências e de interpretações. 

Que sejam dadas as oportunidades de escuta e contação de tantas outras histórias.

Fonte: https://www.gov.br/museus/pt-br/assuntos/eventos/16a-primavera-dos-museus  

Pesquisar

Categorias

Notícias por Mês

Escolha o mês

Publicidade

No data was found