Prefeito recebe representantes da Caixa Econômica Federal

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
Share on email
Share on linkedin
Share on print

O prefeito Ramon Gidalte recebeu, na manhã desta quarta-feira (20), a visita de representantes da Caixa Econômica Federal (CEF), cujo encontro abordou o primeiro mês de funcionamento da agência em Casimiro de Abreu, assinatura de convênio de financiamento e linhas de crédito específicas para o agronegócio.

 

Estiveram presentes na reunião o superintendente de Governo da CEF, José Antônio Barros; o gerente de filial da Caixa, André Felipe Pery; a representante da CEF, Ana Carolina Damiati, além do secretário de Planejamento, Mauro Goulart e o secretário de Agricultura e Pesca, Douglas Veloso.

 

“Realizamos uma visita na recém inaugurada agência da Caixa em Casimiro de Abreu. Constatamos que os clientes estão muito satisfeitos com o atendimento e o funcionamento da agência. Diversos serviços só podiam ser resolvidos em municípios vizinhos. Com esta proximidade com os clientes isso gerou uma facilidade no atendimento. Estamos felizes com o resultado”, destacou o superintendente José Antônio Barros.  

 

O prefeito aproveitou a oportunidade para alinhar uma possível assinatura de convênio com a Caixa estimado em R$ 15 milhões para execução do projeto de drenagem e pavimentação das ruas do bairro Recanto dos Paratis, em Barra de São João.

 

“Trata-se de uma obra de grande investimento que precisa captar recursos através do Governo Federal ou Estadual. Meu desejo é pavimentar todas as ruas do bairro. Estamos dando entrada com a documentação para este possível empréstimo com a Caixa para a execução deste projeto. Não estamos de braços cruzados. Sei que é uma reivindicação antiga dos moradores”, disse Ramon Gidalte.

 

A Caixa Econômica Federal lançou duas linhas de crédito específicas para o agronegócio. Uma será de custeio antecipado, com taxas a partir de 3% ao ano para o Pronaf, programa de agricultura familiar, de 4,5% no Pronamp, destinado a agricultores de médio porte, e de 6,5% aos demais. Em outra linha, a Caixa vai emprestar dinheiro aos agricultores com recursos da poupança, e taxa de 9,5% ao ano, sem a adição da taxa referencial (TR).

Pesquisar

Categorias

Notícias por Mês

Escolha o mês

Publicidade

No data was found