Prefeito participa de lançamento do projeto “Maria da Penha Debuteen”

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
Share on email
Share on linkedin
Share on print

O prefeito Ramon Gildate participou, na tarde de ontem (31), do lançamento do projeto “Maria da Penha Debuteen”. Desenvolvido pela Secretaria de Assistência Social, o projeto fará parte do Programa do Acesso ao Mundo do Trabalho (Acessuas Trabalho) e tem como principal objetivo orientar adolescentes sobre os mais variados tipos de violência doméstica.

O projeto será desenvolvido em duas fases. Na primeira, as adolescentes passarão por um ciclo de capacitação, que inclui aulas de defesa pessoal, palestras sobre a saúde da mulher e oficina sobre construção de currículo. Já na parte prática, as participantes terão um “Dia de Beleza”, no Eco Resort Torre Imperial, onde poderão celebrar o tradicional “Baile de Debutante”.

“As meninas receberão capacitações de equipes multidisciplinares do CREAS e da Saúde. A violência nas relações interpessoais é hoje um dos motivos que levam um grande número de pessoas a buscar ajuda tanto em serviços de assistência social, quanto em instituições jurídicas e policiais. Por isso, a intenção desse projeto é, também, capacitar um integrante familiar para que conheça a rede de proteção municipal para a mulher e contribuir para o empoderamento de possíveis vítimas”, explicou a coordenadora do Acessuas Trabalho, Elizângela Barros.

A secretária de Assistência Social, Karen Louzada, ressaltou a importância do projeto e lembrou com a Lei Maria da Penha acaba de completar 15 anos. “O crescimento dos casos violência doméstica, principalmente durante a pandemia, nos coloca diante da responsabilidade de buscarmos caminhos para entender e lidar com esses processos. A Lei Maria da Penha, que completa 15 anos, é uma ferramenta de extrema importância para as mulheres em situação de violência, pois salva vidas, pune os agressores e fortalece a autonomia das mulheres”, disse Karen.

O prefeito Ramon Gidalte elogiou a iniciativa e pediu que as participantes sejam multiplicadoras. “Sabemos o quão danoso é essa questão da violência doméstica na vida das famílias. É importante que essas meninas possam identificar o ciclo de violência logo no início. A violência doméstica é uma questão que atinge todas as classes sociais, por isso precisamos ficar atentos. Esse projeto é mais uma forma de ampliarmos a rede municipal de proteção a mulher, que já conta com outras importantes iniciativas”, afirmou o prefeito.

O lançamento contou ainda com a presença de agentes da Patrulha Maria da Penha do 32º Batalhão de Polícia Militar, do comandante da 4ª Cia, Capitão Edilson, e dos vereadores Marcelo Motta, Wellington Santos e Leo da Bomba.

Pesquisar

Categorias

Notícias por Mês

Escolha o mês

Publicidade

No data was found