Novembro Azul chega aos guardas municipais de Casimiro de Abreu e também a acompanhantes de usuários do sistema de saúde mental

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
Share on email
Share on linkedin
Share on print

Dedicado à prevenção do câncer de próstata, novembro é o mês ideal para discutir a saúde do homem.

O tema foi discutido nesta quarta-feira, dia 21, em duas instituições do Município. Pela manhã, na sede da Guarda Municipal e à tarde no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), ambos em Casimiro de Abreu.
Na Guarda Municipal, uma palestra com cerca de uma hora foi proferida pela psicóloga Isabella Fernandes do Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica (NASF) . A ação, que faz parte da Campanha Novembro Azul, teve apoio do Centro de Referência da Saúde do Trabalhador (CEREST).
“Por que o homem , de certo modo, não tem cuidado com sua saúde? Trabalho? Machismo? Medo de descobrir que tem uma doença? indagou Isabella aos agentes. A psicóloga advertiu que por ano, cerca de 65 mil homens são diagnosticados com câncer de próstata, mas também observou que, se diagnosticado rapidamente, o doente tem 90% de chance de ser curado com o tratamento imediato.

Daí a importância do exame de PSA – indicado pelo menos uma vez ao ano para homens a partir dos 45 anos de idade e o toque retal.

Durante a palestra, que durou cerca de uma hora, foi lembrado aos agentes que os postos de saúde de Casimiro têm estendido seu horário de funcionamento até às 19h para atender o paciente de sexo masculino que busca atendimento e orientação após o expediente de trabalho.
Além do câncer de próstata, outras doenças que afetam duramente a saúde do homem foram abordadas: hipertensão, depressão, doenças ligadas ao coração, entre outras.

“Toda informação que puder agregar conhecimento é bom, principalmente agora no Novembro Azul. Trabalhamos de domingo a domingo e eventos assim, são sempre bem-vindos”, disse Gustavo Carvalho de Freitas,39 anos, 15 deles dedicados a Guarda Municipal de Casimiro de Abreu.

Já no CAPS, a enfermeira Ana Maria Guedes Barbosa discutiu o tema com acompanhantes de usuários do sistema de saúde mental com transtornos graves e persistentes. “Nosso objetivo com eles é multiplicar a informação sobre a importância da saúde do homem, além de informarmos sobre a conscientização e prevenção do câncer de próstata”, explicou a enfermeira Ana Maria Guedes de Menezes. 

 

Pesquisar

Categorias

Notícias por Mês

Escolha o mês

Publicidade

No data was found