Eucaliptos da Reserva União vão ajudar pequenos produtores rurais do Assentamento Visconde

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
Share on email
Share on linkedin
Share on print

Recuperar pontes e facilitar o acesso às pequenas propriedades rurais no Assentamento Visconde. Com esse objetivo, a Secretaria Municipal de Agricultura e Pesca já conseguiu a autorização do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) para a retirada de toras de eucaliptos na Reserva Biológica União.

A autorização do órgão federal foi liberada no final de setembro. Desde então, a Secretaria de Agricultura vem organizando toda a logística para a retirada e transporte da madeira, o que exige uma série de equipamentos e maquinários, como trator, carreta com prancha de 12m, caminhão munck, EPI’s, entre outros, acompanhamento de profissionais da Rebio União e da Associação do Mico-Leão-Dourado para evitar impactos ambientais, além de autorizações para o tráfego na BR-101 e organização do local para descarregar e armazenar o material.

“Todo esse trabalho está sendo organizado por uma equipe técnica qualificada da Secretaria de Agricultura, seguindo todas as exigências e as devidas precauções para garantir a segurança dos trabalhadores e do meio ambiente. Também já estamos com o cronograma de visitas às propriedades para que toda essa logística esteja muito bem organizada”, ressaltou o secretário de Agricultura, Douglas Veloso.

A Prefeitura ainda segue o conceito do desenvolvimento sustentável ao fazer a retirada dos eucaliptos na área da Reserva. A espécie foi introduzida pela extinta Rede Ferroviária Federal (RFFSA) para a produção de lenha para as caldeiras das antigas “maria fumaças” (locomotivas) e produção de dormentes. No entanto, o eucalipto se tornou uma grande ameaça à fauna e flora da Mata Atlântica, em especial o mico-leão-dourado, espécie endêmica dessa região. Para garantir o equilíbrio ecológico, o plano de manejo da Rebio União prevê a retirada dos Eucaliptos da área da reserva.

Eficiência e eficácia numa ação que, além de reduzir o custo com a aquisição das madeiras, soluciona de vez os problemas de acesso nas propriedades rurais, o que vai facilitar o plantio, manejo e colheita das produções locais.

Pesquisar

Categorias

Notícias por Mês

Escolha o mês

Publicidade

No data was found