Educação adquire máscaras inclusivas para professores e alunos com deficiência auditiva

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
Share on email
Share on linkedin
Share on print

A máscara facial é um acessório indispensável para proteção contra o novo coronavírus. Mas ela pode acabar atrapalhando pessoas com deficiência que precisam fazer leitura labial para se comunicar. Pensando nisso, a Secretaria de Educação de Casimiro de Abreu adquiriu cerca de 850 máscaras inclusivas com o intuito de facilitar a comunicação entre educadores e alunos em sala de aula.

As máscaras são confeccionadas com uma espécie de visor transparente, permitindo que alunos com deficiência auditiva possam se comunicar melhor. “O uso da máscara comum prejudica a socialização de alunos com deficiência auditiva, especialmente aqueles que praticam a leitura labial ou se comunicam por língua de sinais. Por isso, a importância desse acessório dentro da sala de aula”, explicou a secretaria de Educação, Gracenir Oliveira.

As máscaras inclusivas já começaram a ser distribuídas para os alunos, professores e intérpretes de libras da rede municipal de ensino.

Pesquisar

Categorias

Notícias por Mês

Escolha o mês

Publicidade

No data was found