Comissão Especial cobra explicações técnicas junto a Enel e Furnas

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
Share on email
Share on linkedin
Share on print

Criada recentemente pelo prefeito de Casimiro de Abreu, Ramon Gidalte, a Comissão Especial de Acompanhamento, Cobrança e Fiscalização dos serviços prestados pela empresa Enel se reuniu pela primeira vez, na última quarta-feira (28), para as primeiras deliberações.

Ficou acertado que serão enviados ofícios a concessionária Enel e a Furnas, com pedidos de esclarecimentos técnicos sobre o ramal de ligação, ponto chave para o início do funcionamento da subestação de energia elétrica na sede do município. As empresas terão prazo de 20 dias para responder, além de marcarem uma reunião por videoconferência conjunta.

A Comissão também sugeriu a instalação de uma sindicância interna para acompanhar e apurar eventuais danos patrimoniais públicos causados por falhas no fornecimento de energia, buscando ressarcimento ao erário. Uma nova reunião será marcada, tão logo cheguem às respostas dos ofícios.

Estiveram presentes na reunião o presidente Wallace Lopes (Assessor de Desenvolvimento Econômico), o relator Mauro Goulart (Secretário de Planejamento e Processamentos de Dados), o relator Wellington Santos (vereador), os assistentes Pedro Renato (representante da Secretaria de Obras) e José Henrique Franco Macabú (Presidente da Associação Comercial, Industrial e Turística de Casimiro de Abreu – ACINCA), além do vice-prefeito Lelei da Marmoraria.

Pesquisar

Categorias

Notícias por Mês

Escolha o mês

Publicidade

No data was found