Casimiro de Abreu inicia tratativas para implantação do programa Patrulha Maria da Penha

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
Share on email
Share on linkedin
Share on print

A secretária de Assistência Social, Maria Cristina de Lima, se reuniu com representantes do 32º Batalhão de Polícia Militar, na manhã desta sexta-feira (19), para iniciar as tratativas para a implantação da Patrulha Maria da Penha no município. O programa consiste em visitas periódicas às residências de mulheres em situação de agressão doméstica, fazendo o monitoramento do cumprimento das medidas protetivas e reprimindo atos de violência.

“A Patrulha Maria da Penha é um serviço que visa o apoio e proteção as mulheres vítimas de agressão física e psicológica, evitando o feminicídio e todas as demais formas de violência. E uma vez implantada, deve contribuir na busca de meios para elevar a efetividade da segurança pública, bem como eficiência da proteção integral da mulher em situação de violência doméstica”, explicou Cristina.

O programa deve ser implementado em breve na cidade, sendo que a Patrulha também terá um caráter preventivo e pedagógico. “O objetivo é a redução da violência, com a prevenção e a repressão e evitar que novos casos aconteçam. Já existe em outros municípios, com sucesso, e os números demonstram que há redução desses dados tão negativos”, destacou a secretária.

A Patrulha Maria da Penha será vinculada a Guarda Municipal, com apoio e capacitação da Polícia Militar. Posteriormente, a intenção da Prefeitura é implementar, também, na cidade um Centro Especializado de Atendimento à Mulher (CEAM). No início do mês, a coordenadora do Ceam de Macaé, Jane Roriz, esteve em Casimiro para apresentar o trabalho que é desenvolvido no município. O encontro contou com a participação do prefeito Ramon Gidalte, além da secretária Maria Cristina.

Pesquisar

Categorias

Notícias por Mês

Escolha o mês

Publicidade

No data was found