Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite começa nesta quarta em Casimiro

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
Share on email
Share on linkedin
Share on print

Casimiro de Abreu inicia nesta quarta-feira, dia 17, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite. Pais ou responsáveis devem levar seus filhos menores de 5 anos aos postos de saúde, das 8h às 16, munidos da caderneta de vacinação.

Todos os ESFs do Município, com exceção do ESF Mataruna, estarão vacinando contra a pólio. Os moradores dessa localidade podem levar suas crianças aos ESFS BNH, Centro, ou Nestor Ponciano. Na ocasião, também será possível atualizar a caderneta de vacinação de crianças e adolescentes menores de 15 anos. 

A Secretaria Municipal de Saúde informa que a apresentação da Caderneta de Vacinação pelos pais é imprescindível, inclusive para a sua atualização.  

A  Poliomielite  é uma doença contagiosa aguda causada por vírus que pode infectar crianças e adultos e em casos graves pode acarretar paralisia nos membros inferiores. A vacinação é a única forma de prevenção. 

Também chamada de paralisia infantil, a poliomielite está erradicada do País desde 1994. No entanto, a queda no número de crianças vacinadas vem preocupando os especialistas. Em 2022, segundo o Ministério da Saúde, a cobertura contra a pólio não atingiu sequer 50% do público alvo para este ano.

O Brasil não detecta casos de poliomielite deste 1990 e, em 1994, recebeu da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) a Certificação de área livre de circulação do poliovírus selvagem (PVS). No entanto, no cenário global da poliomielite, existem dois países endêmicos, Paquistão e Afeganistão. Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), mostram que de janeiro a 12 de julho deste ano, foram confirmados 15 casos nestes países. Em novembro do ano passado, um caso foi relatado em Malawi e um este ano em Moçambique.

Paralelo a isso, aqui no Brasil, desde 2015, tem sido detectada uma progressiva queda das coberturas vacinais, podendo levar à reintrodução da pólio no País. Este cenário foi intensificado no contexto da pandemia de Covid-19.

Pesquisar

Categorias

Notícias por Mês

Escolha o mês

Publicidade

No data was found