Usuários do Caps de Casimiro de Abreu cultivam produtos orgânicos como terapia

Buscando a prática de uma atividade terapêutica e, consequentemente, uma alimentação saudável, os usuários do Centro de Atenção Psicossocial Rochilane Vilela da Silva (Caps), em Casimiro de Abreu, participam da oficina de geração de renda com produtos orgânicos cultivados na própria unidade. A Oficina da Terra compreende a rega, manejo, limpeza, plantio, poda, colheita, mutirão, além de aulas teóricas com pesquisa e estudo sobre ervas, agroecologia, entre outros.

As atividades acontecem às terças e sextas-feiras, sob a supervisão do psicólogo Diego Flores e o apoio da Secretaria de Agricultura e Pesca no fornecimento de insumos, como esterco, mudas e sementes. O cultivo é realizado seguindo os preceitos da agroecologia, sem uso de defensivos agrícolas e adubos químicos.

“É muito prazeroso ver como os usuários interagem com as atividades. O cuidado com as plantas é reconhecidamente uma atividade terapêutica, além dos benefícios do consumo desses alimentos”, destacou a coordenadora do Caps, Lia Márcia Carvalho. 

Os produtos são distribuídos entre os usuários e uma parte é comercializada na feirinha do Caps, que acontece toda quinta-feira, das 8h às 11h, na própria unidade.

A Secretaria de Saúde, por meio do Caps, realiza um serviço de caráter aberto comunitário com uma equipe multiprofissional para atendimento às pessoas com transtornos mentais graves e persistentes, incluindo também aquelas decorrentes do uso de álcool e outras drogas.

O Caps está localizado na Estrada do Trinta, s/nº – Loteamento Perimetral Leste, em Casimiro de Abreu, e funciona das 8h às 17h. Mais informações pelo telefone (22) 2778-3435.