Programa Criança Feliz faz visitas domiciliares

O programa Criança Feliz vem realizando visitas domiciliares em todo o município. Semanalmente, uma equipe multidisciplinar da Secretaria Municipal de Assistência Social leva às famílias orientações sobre a melhor maneira de estimular o desenvolvimento dos filhos. O acompanhamento é feito para gestantes e crianças beneficiárias do programa Bolsa Família de até 3 anos, para aquelas de até 6 anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC) e para as que estão afastadas do convívio familiar por medidas protetivas. A proposta é promover o desenvolvimento da criança e o fortalecimento de vínculos.

O Programa atua nas áreas de educação, saúde, justiça e cultura, a fim de promover o desenvolvimento integral de crianças de 0 a 6 anos. O projeto defende que cuidar das crianças é cuidar dos homens e mulheres do futuro, é garantir bons cidadãos para o Brasil.

A meta é prestar auxílio total para os pequenos que se encontram nos primeiros mil dias de vida, a chamada “primeira infância”, etapa da vida fundamental por definir o desenvolvimento cognitivo das crianças. Isso quer dizer que, se não tiverem um acompanhamento adequado, elas podem crescer com dificuldades de atenção, linguagem, memória e percepção, além de apresentar falhas para executar as tarefas do dia-a-dia. Os reflexos deste problema podem ser levados por toda a vida, comprometendo o convívio social e a processo de alfabetização. O Criança Feliz chega com a proposta de ajudar as crianças a terem um desenvolvimento adequado.