Depois da reforma, Hospital Municipal e Casimiro de Abreu reabre as salas onde funcionavam a farmácia principal e a internação pediátrica

Durante a obra, a parte elétrica foi totalmente reformada, o forro substituído e as paredes pintadas. Também passaram por melhorias a lavanderia e os corredores de acesso a estes setores. A unidade hospitalar adquiriu ainda uma coifa para a secadora da lavanderia e novos móveis para a farmácia, conforme explicou o diretor geral, Pedro Américo.

 

As salas onde funcionavam a farmácia principal e a internação pediátrica haviam sido fechadas após o incêndio no hospital ocorrido em 2017. Na ocasião, prontamente, os setores foram remanejados para outra ala, sem interferir na rotina dos atendimentos.

 

O recurso para a obra foi adquirido através de Emenda Parlamentar do deputado federal Rodrigo Maia, resultado de uma parceria da Secretaria de Saúde e da Assessoria de Captação de Recursos da Secretaria de Planejamento da Prefeitura de Casimiro de Abreu.

 

O Hospital Municipal Ângela Maria Simões Menezes realiza cerca de 7 mil atendimentos por mês, possui 58 leitos, sendo 4 leitos na Unidade para Pacientes Graves e 2 para politraumatizados, vítimas de acidentes. A unidade realiza 60 partos mensalmente, em média, e cirurgias de média complexidade.

 

“Com a proposta de buscar sempre mais qualidade no atendimento aos munícipes, a Secretaria de Saúde e o hospital realizam juntos, mensalmente, reuniões de qualidade. Avaliamos os atendimentos, as estatísticas e buscamos sempre o aprimorar”, destacou o secretário de Saúde, Ibson Júnior.

A Secretaria de Saúde de Casimiro de Abreu coloca à disposição da população o serviço de Ouvidoria do SUS que funciona de segunda até sexta-feira, das 9h às 17h. Sugestões e reclamações podem ser feitas pessoalmente na própria unidade ou pelo telefone 0800 0221026. Uma urna para sugestões e queixas está acessível na recepção da emergência e é revistada semanalmente. Os telefones do Hospital Municipal são: (22) 2778 1026 e (22) 27783890.