Prefeito Paulo Dames abre Campanha de Combate às Aboviroses: Dengue, Zika, Chikungunya e Febre Amarela

Casimiro de Abreu inicia a Campanha de Combate às Arboviroses: Dengue, Zika, Chikungunya e Febre Amarela nesta terça, dia 27, com a entrega de bicicletas para auxiliar e reforçar o trabalho dos agentes de endemias por todo o município. O prefeito Paulo Dames, ao lado do Secretário de Saúde, da equipe de Vigilância em Saúde e da presidência do Conselho Municipal de Saúde, abriu oficialmente a campanha na sede do município entregando as bicicletas aos agentes. Na próxima semana, serão distribuídas no distrito de Barra de São João e demais.

 

“Vocês que já fazem o trabalho de prevenção e combate dos focos do aedes aegypi o ano todo, vão intensificar o trabalho a partir desta semana. O combate segue firme durante todo o verão. Todos nós sabemos que nesta época do ano, a incidência de chuva é maior, o que contribui para o aumento de água parada. Contamos com o empenho de vocês nesse trabalho sério e com a colaboração de cada morador. Não podemos deixar o mosquito adoecer nossas famílias”, alertou o prefeito Paulo Dames, dirigindo-se aos agentes de endemias.

 

Após a abertura da campanha em Casimiro, as equipes iniciaram o trabalho em mutirão pelo Centro da cidade e pelo bairro Mataruna, distribuindo panfletos com orientações e verificando pontos de acúmulo de água, possíveis criadouros do mosquito aedes aegypti, transmissor das arboviroses.

 

Os trabalhos serão intensificados em todo o município, sobretudo, nos bairros Santa Ely e Maratuna, na sede do município; e nos bairros Peixe Dourado, Palmital e Centro, em Barra de São João.

 

O Departamento de Vigilância em Saúde de Casimiro de Abreu acompanha casos de arboviroses no município. Neste ano de 2018, foram confirmados 13 casos de chicungunya e 21 de dengue. Os casos de dengue caíram pela metade em relação ao ano anterior, entretanto, o número de casos de chicungunya subiu. Não houve casos de febre amarela e zika em 2018 no município.

FEBRE AMARELA

O secretário de saúde, Ibson Júnior, orienta as pessoas que, por algum motivo, ainda não puderam tomar a vacina contra febre amarela. “Durante esse período, os agentes de endemias e equipes da atenção básica da Secretaria de Saúde farão uma busca ativa em todo o município, em especial, na zona rural e nos distritos de Professor Souza e Rio Dourado, para imunizar aqueles moradores que ainda não foram protegidos, como pessoas que estavam doentes ou amamentando na última campanha”, alertou o secretário. Júnior Dames acrescentou que essas pessoas também podem procurar o posto de saúde mais próximo.