Casimiro de Abreu dá um passo importante para o desenvolvimento sustentável
Após 4 anos de elaboração o documento foi apresentado em Audiência Pública

O Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos de Casimiro de Abreu apresentado e discutido no seminário e audiência pública na última terça-feira, dia 12, tem por principal objetivo o desenvolvimento sustentável do município, numa ação conjunta que reunirá os setores público, empresarial e a sociedade.  

O documento está sendo elaborado desde 2013 e trás diretrizes e informações importantes para implantar a coleta seletiva do lixo no município. Uma delas é a caracterização quantitativa e qualitativa dos resíduos. Até outubro deste ano o município produziu mais de 10 mil toneladas de lixo, onde o material orgânico aparece como 50 % do total de rejeitos produzidos, seguido do plástico e, em terceiro lugar o papel/papelão.

De acordo com a subsecretária de Meio Ambiente, Renata Gomes de Sousa, além das diretrizes ambientais o Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos significa a possibilidade de conseguir verbas para o município. “Ter o plano aprovado e em funcionamento é um requisito primordial na hora de solicitarmos verbas, junto aos governos federal e estadual, que serão aplicadas nos processos de coleta seletiva”, explicou Renata.

A efetiva implantação do plano implica na mudança de hábitos, partindo do poder público para a população, em um verdadeiro trabalho de educação ambiental onde a responsabilidade será de todos. “É necessário que o cidadão se conscientize que jogamos fora uma matéria-prima importante que tem ser aproveitada. Tudo junto é lixo, separado é resíduo, matéria-prima”, completou o Diretor do Departamento  de Meio Ambiente, Luizmar Mozer. 

De acordo com as discussões levantadas na audiência pública o documento será revisado e posteriormente encaminhado à Câmara Municipal para aprovação.